[dropcap color=”#81d742″]C[/dropcap]om avaliação positiva de grande parte dos expositores, a Associação Comercial e Empresarial de Marechal Cândido Rondon – Acimacar -, após pesquisa realizada com as empresas participantes da 37ª Expomar, revela um montante de aproximadamente R$ 5 milhões em vendas efetuadas durante o evento.

A quantia deriva da soma dos resultados das empresas da Indústria, Comércio, Prestação de Serviços e Máquinas Agrícolas, além da Praça de Alimentação e o Comércio Popular.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Conforme os apontamentos observados pelos expositores, a Expomar mais uma vez alcançou as expectativas no quesito divulgação e comercialização, embora alguns ramos tenham obtido mais êxito que outros, fato que segundo o presidente da entidade, é o esperado frente ao momento econômico vivenciado no país.

Segundo o presidente da Acimacar Gerson Jair Froehner, alguns tiveram resultados maiores outros nem tanto, mas a maioria percebeu grande público, obteve negociações, divulgou o nome, prospectou e ainda tem previsão de fechar novas vendas a médio e longo prazo.

Os expositores ainda ressaltaram a organização, limpeza, estacionamento e segurança como outros aspectos positivos da Feira, sendo que 90% participariam de outras edições.

O presidente da Acimacar Gerson Froehner afirma que a parceria com a Copagril para a próxima edição deve ser mantida em relação à organização da Expopecuária.

“Essa é uma parceria que já prevemos porque foi benéfica a todos os envolvidos. A troca de experiências colabora para que o agronegócio seja melhor e que tenha cada vez mais destaque”, disse o presidente da Acimacar.

No quesito melhorias, os expositores destacaram a necessidade de mais adequações na infraestrutura, mudanças nos dias de exposição, acesso à internet e outros tópicos.

Gerson Froehner explica que sugestões referentes ao Comércio Popular, Praça de Alimentação e outros quesitos serão avaliadas com mais rigor em reunião específica.

“Ainda não é possível afirmar o que será feito ou não, mas vamos nos reunir com a equipe da prefeitura para que possamos reavaliar e verificar o que pode ser alterado no modelo”, concluiu o presidente da Acimacar.

Portal Guaíra via Assessoria