O Pentágono vai enviar centenas de espiões adicionais para o exterior, parte de um plano de montar uma rede de espionagem semelhante à CIA, segundo reportagem publicada no jornal americano “Washington Post”.

O objetivo é transformar a Agência de Inteligência de Defesa (DIA, na sigla em inglês), em um serviço de espiões focado em ameaças emergentes e mais alinhado à CIA e aos comandos militares de elite.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Quando a ampliação da DIA estiver completa, haverá até 1600 “coletores” de informações ao redor do mundo. Eles serão treinados pela CIA.

Entre as prioridades estarão grupos de militantes islâmicos na África, tráfico de armas do Irã e da Coreia do Norte, e a modernização militar na China.

Fonte: Das Agencias de Noticias