Victoria Freda, 83, e seu marido, Lawrence Freda Jr., 85, morreram no dia 24 de abril, com os sintomas do coronavírus, de acordo com ambos os obituários online. Já seu filho, John Freda, morreu em 22 de abril aos 51 anos, da mesma doença. “Três grandes e amorosas almas, todas tiradas da mesma família em um período de 48 horas”, disse o governador do estado de Nova Jersey, Phill Myrphy.

Ele notou suas mortes em uma coletiva de imprensa do coronavírus na última quarta-feira (12), chamando-a de “uma história trágica extraordinária”. Em seu twitter, o governador também fez questão de homenagear a família.Victoria, conhecida como Vicki, “era conhecida e amada em toda a área e além de sociável, carinhosa e espirituosa”, segundo seu obituário. Ela também era uma avó dedicada que nunca perdeu os eventos esportivos de seus netos. “Ela era mais do que um rosto familiar na multidão, e a avó que todos queriam chamar de sua”, diz o documento.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Lawrence, conhecido como Larry, serviu no Exército e trabalhou para uma cervejaria em Newark por mais de 24 anos e como zelador em uma escola em North Caldwell. Os membros da família lembram dele como um “marido dedicado e amoroso” que era conhecido por sua “inteligência rápida, senso de humor e sua habilidade de fazer as pessoas se sentirem seguras”.

John “tinha uma alma criativa, amava escrever, desenhar e trabalhar em projetos de arte”, disse o governador. “Ele era um leitor ávido e grande fã de cinema. Era engraçado, atencioso, inteligente e introspectivo”.

O casal nasceu em Newark, Nova Jersey, e teve três filhos, incluindo John que era também, pai de três crianças.

Portal Guaíra com informações do Portal Terra