[dropcap color=”#1e73be”]A [/dropcap]Prova Paraná, primeira grande ação desenvolvida pelo Núcleo de Cooperação Pedagógica da Superintendência da Educação, foi lançada na quarta-feira (20), no Teatro Guaíra, em Curitiba. A ação alcançou a adesão de 398 municípios, e foi lançada durante o Seminário de Cooperação Pedagógica com Municípios, organizado para marcar o início de uma série de ações de apoio pedagógico.

A Prova Paraná acontecerá nas escolas sempre no início do bimestre e tem a função de fornecer informações sobre os conhecimento, habilidades e competências dos estudantes, a fim de auxiliar os professores e pedagogos na organização dos processos de ensino e aprendizagem.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“É uma ferramenta para a rede estadual de ensino ajudar os professores na missão de ensinar, e nossos alunos a aprender mais”, disse o secretário estadual da Educação, Renato Feder, ao abrir o evento.

O vice-governador, Darci Piana, participou do lançamento e reforçou a disposição do Governo e da Secretaria de Educação em fortalecer a relação com os municípios. “Nosso compromisso com a educação pública é mobilizar todos os esforços para melhorar a qualidade do ensino e, no que for possível, auxiliar os municípios nesse processo”, afirmou.

Prova Paraná
A ideia é que, após a correção dos testes, os professores e demais profissionais da Educação tenham informações mais aprofundadas sobre as dificuldades dos alunos, de modo a conseguir desenvolver estratégias pedagógicas e de ensino mais adequadas para ajudá-los a superar tais dificuldades.

A primeira Prova Paraná será aplicada no dia 13 de março para os alunos do quinto ano do Ensino Fundamental (dentro do acordo de cooperação com os municípios), do sexto e nono anos do Ensino Fundamental (já no âmbito da rede estadual de educação) e do primeiro e terceiro anos do Ensino Médio. A avaliação terá 40 questões, sendo 20 de Língua Portuguesa e 20 de Matemática.

O Governo do Paraná vai disponibilizar às escolas o caderno de prova e o aplicativo para correção digital e instantânea. O aplicativo também irá gerar relatórios com os resultados, facilitando a análise posterior por parte dos professores. Com esse recurso, a correção das provas de cada turma deverá levar cerca de 10 minutos.

Portal Guaíra com informações da AEN