Neymar deverá ganhar R$ 187 milhões ao longo de cinco temporadas

De volta à presidência da CBF, Marco Polo del Nero enviou um ofício para o Barcelona pedindo que o clube catalão mude de ideia e libere Neymar para as duas competições que a seleção brasileira irá disputar neste ano.

Segundo informações do Globoesporte, na semana passada, o Barcelona enviou uma carta à CBF informando que só liberaria o atacante para uma das competições.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

De acordo com a publicação, a tendência é que, se o Barcelona não ceder, o jogador só seja utilizado nas Olimpíadas.

O Barcelona seria obrigado, pelo regulamento da Fifa, a liberar o craque brasileiro apenas para a Copa América, mas não para as Olimpíadas.

No entanto, a CBF já havia dito que preferiria contar com Neymar nos Jogos do Rio, caso pudesse escolher apenas uma competição.

“Será muito difícil convencer o Barça de disputar os dois torneios, creio que será impossível. Somos muito conscientes do que Neymar significa para o Brasil, do que significa a Copa América e também as Olimpíadas. Nosso ponto de vista é que os jogadores têm que ter descanso, recuperação depois de longas temporadas”, disse o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu.

Barcelona proíbe Neymar de andar de moto e praticar esportes radicais

Especializado na divulgação de documentos relacionados ao mundo do futebol, o portal Football Leaks vazou o contrato de Neymar com o Barcelona. Em termos de rendimentos, o material revela que o jogador deverá ganhar R$ 187 milhões ao longo de cinco temporadas.

Um item curioso do contrato: o atacante está impedido de andar de moto e praticar esportes radicais. Também não pode participar de jogos de apostas envolvendo o Barcelona e é obrigado a aprender catalão.

“Participar de atividades consideradas de risco, tais como a condução de motos, motos aquáticas, parapentes, esqui, escalada ou equivalentes, ou conduzir veículos após beber mais de uma taça de bebida alcoólica que seja superior ao limite estabelecido”, diz parte do contrato.

Portal Guaíra com informações de MSN Notícias