manoA demora de quase uma hora para se dirigir até a sala de entrevista coletivas do Maracanã era um indício: a derrota por 4 a 2, de virada, para o Atlético-PR, nesta quinta-feira, no Maracanã, não tinha sido bem digerida por Mano Menezes.

A paciência e serenidade habitual do treinador chegaram ao fim, assim como sua passagem pelo Flamengo. Exatamente três meses e dois dias após sua apresentação no comando rubro-negro, ele encarou os jornalistas, evitou perguntas e apenas informou que acabara de pedir demissão.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A decisão surpreende por acontecer somente 24 horas depois do próprio Mano dizer, em entrevista no Ninho do Urubu, que as coisas no Flamengo estavam acontecendo exatamente da maneira como ele esperava, com dificuldades e que era necessário ter paciência.

O treinador não teve, e deixa o clube após ter 50% de aproveitamento em 22 partidas, com nove vitórias (incluindo um amistoso contra o São Paulo), seis empates e sete derrotas – na 15ª posição no Brasileirão, com 26 pontos, dois a mais que o Criciúma, primeiro no Z-4, e nas quartas de final da Copa do Brasil. Sob seu comando, o time não conseguiu sequer duas vitórias consecutivas. Como de costume, Jaime de Almeida assume a equipe interinamente para a partida com o Náutico, domingo, no Recife.

Fonte: GloboEsporte