Policiais do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Foz do Iguaçu, com apoio da Polícia Militar (PM), prenderam na manhã de sábado (18) um suspeito de envolvimento na morte do dentista Oswaldo Caranzano Braga, em 2009, na cidade de Varginha/MG. O mandado de prisão preventiva expedido pela justiça mineira foi cumprido em Entre Rio do Oeste, e o homem encaminhado para a cadeia pública de Marechal Cândido Rondon.

Segundo o promotor Osvaldo Simioni, a informação de que o procurado teria fugido para o Paraná foi repassada ao Gaeco em outubro de 2012. Desde então, foram iniciadas as investigações na tentativa de localizá-lo. Ainda de acordo com o promotor, o crime chocou a população de Varginha por ter sido praticado com “extrema violência contra a vítima, cujo corpo foi enterrado pelos homicidas e o veículo que a vítima utilizava foi incendiado”.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Crime em 2009
O crime aconteceu no dia 3 de abril de 2009. O corpo do dentista Oswaldo Caranzano Braga, de 63 anos, foi encontrado enterrado em um matagal um dia após ele ter desaparecido ao sair de casa para ir até uma fazenda da família. Durante a madrugada, o carro dele havia sido encontrado incendiado próximo à propriedade, entre Varginha e Elói Mendes. O corpo tinha sinais de violência e facadas, mas nada foi roubado. Dois funcionários da fazenda, que eram do Paraná, foram ouvidos e um terceiro era procurado.

GAECO-PRENDE-EM-ENTRE-RIOS-ANISIO-DA-SILVA-FORAGIDO-DA-JUSTICA-DE-MINAS-GERAIS

GAECO-PRENDE-EM-ENTRE-RIOS-ANISIO-DA-SILVA-FORAGIDO-DA-JUSTICA-DE-MINAS-GERAIS-2

GAECO-PRENDE-EM-ENTRE-RIOS-ANISIO-DA-SILVA-FORAGIDO-DA-JUSTICA-DE-MINAS-GERAIS-3

GAECO-PRENDE-EM-ENTRE-RIOS-ANISIO-DA-SILVA-FORAGIDO-DA-JUSTICA-DE-MINAS-GERAIS-4

Fonte: G1
Fotos: Correio do Lago