O candidato à reeleição para a Presidência da República pelo PL, Jair Bolsonaro, participou hoje (21) de um encontro com lutadores de artes marciais em São Paulo. Nomes como Minotauro, José Aldo, Maurício Shogun, Wanderlei Silva e André Pederneiras estiveram presentes.

O candidato à reeleição à Presidência da República pelo PL, Jair Bolsonaro, garantiu que, se for reeleito, dará aumento acima da inflação para aposentados, pensionistas e servidores públicos em 2023. A mensagem foi veiculada em vídeo divulgada nas redes sociais do candidato na sexta-feira (21).

“Consertamos a economia do Brasil. Estamos arrecadando muito. Assim sendo, a partir do ano que vem, a nossa garantia de darmos a todos aposentados e pensionistas um reajuste acima da inflação. A mesma coisa no tocante aos servidores públicos, concedendo, no ano que vem, um reajuste acima da inflação”, afirmou o presidente.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Bolsonaro também garantiu que o valor do salário mínimo também receberá aumento acima do índice inflacionário, o que garantirá um ganho real aos trabalhadores.

“E o valor do salário mínimo, como fica? Também será dado um reajuste acima da inflação”, frisou Bolsonaro, creditando à oposição a informação de que o governo agiria em sentido contrário: “Este é o nosso compromisso e a verdade. As contas públicas, ajustadas, nos dão a certeza e a garantia de atender a todos vocês, que é o que merecem”.

A campanha do presidente também divulgou um vídeo com o ministro da Economia, Paulo Guedes, garantindo que haverá proteção nos reajustes salariais, de aposentadorias e pensões.

“Trabalhadores, aposentados e pensionistas, fiquem tranquilos, de que vão seguir protegidos contra a inflação. Mesmo durante a guerra e a pandemia, sempre demos reajustes para o salário mínimo, para as pensões, para as aposentadorias. Garantimos que vamos preservar o poder de compra do salário mínimo, das aposentadorias e dos benefícios”, disse Guedes.

Lutadores
O candidato à reeleição para a Presidência da República pelo PL, Jair Bolsonaro, participou na sexta-feira (21) de um encontro com lutadores de artes marciais em São Paulo. Nomes como Minotauro, José Aldo, Maurício Shogun, Wanderlei Silva e André Pederneiras estiveram presentes.

“Nós te consideramos aqui um faixa preta, cada um na sua área, mas te consideramos um faixa preta da tua arte. Estamos muito felizes com tudo que você está fazendo pelo nosso país”, disse Fabrício Werdum, ex-campeão do peso-pesado do UFC, que é a organização de luta de artes marciais mistas (MMA).

Bolsonaro foi presenteado com um cinturão e luvas de combate e agradeceu o apoio recebido. “Vocês viram renascer o patriotismo no Brasil”, disse aos lutadores.

A previsão é que Bolsonaro continue em São Paulo no fim de semana, onde tem agendas com liderança políticas e religiosas.

Portal Guaíra com informações da EBC