ad

A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira (8/8), em conjunto com a Controladoria Geral da União, a Operação Sinapse, para combater uma quadrilha especializada em desviar recursos públicos destinados à educação técnica do Paraná. O grupo é suspeito de desviar cerca de R$ 6,6 milhões pelo setor de ensino à distância do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Paraná – IFPR.

Cerca de 200 Policiais Federais cumpriram 18 mandados de prisão, três deles contra funcionários públicos do Instituto, 10 mandados de condução coercitiva, e 43 de busca e apreensão. Além disso, dois servidores do IFPR serão afastados de suas funções. A ação ocorre nas cidades de Curitiba e Cascavel, no Paraná, e em São Carlos e Sorocaba, no estado de São Paulo.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Os integrantes da quadrilha responderão pelos crimes de formação de quadrilha, peculato, corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro, estelionato e crimes da lei de licitações.

1098483_187922331384971_455122021_n

Fonte: Assessoria