ad

Uma loja que revende carros de luxo no Aeroporto de Brasília foi apedrejada na terça-feira (1º). Segundo funcionários do estabelecimento, um homem arremessou uma pedra contra a vidraça, e os estilhaços atingiram uma Ferrari avaliada em R$ 1,5 milhão.

Imagens gravadas no local, por volta das 7h, mostram o veículo coberto de cacos de vidro. O suspeito, um homem de 34 anos de idade, foi preso em flagrante.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Segundo testemunhas, o homem detido “estava transtornado” e gritava que o carro era dele. Outra loja, na mesma região, também foi alvo do agressor. A Polícia Civil investiga o caso.

A reportagem entrou em contato com a direção da revendedora, que negou ter prejuízos significativos com o ataque. Um funcionário – que preferiu não se identificar – contou ao G1 que a empresa acionou o seguro e disse ainda que o agressor não era cliente da loja.

Agressão
Outra loja da região também foi alvo do agressor, nesta terça-feira (1º). De acordo com os relatos, enquanto o homem tentava quebrar um dos veículos, um vendedor reagiu na tentativa de conter a ação e acabou sendo agredido.

A reportagem tenta contato com os proprietários do estabelecimento. A Polícia Civil informou que o caso foi registrado como agressão e dano material.

Portal Guaíra com informações do G1