Mudar a fotografia da carteira de identidade ficou mais simples e rápido com serviço oferecido por meio da Polícia Civil do Paraná (PCPR) na internet. A atualização da imagem do Registro Geral (RG) é uma das funcionalidades da 2ª Via Fácil, ampliada no mês passado para oferecer mais comodidade ao cidadão.

O serviço está disponível para pessoas com o documento registrado no Paraná. Essa facilidade foi pensada para aqueles que estão com fotografia muito antiga no documento, e agora têm a oportunidade segura e rápida de atualizar o RG sem precisar se deslocar a um dos postos do Instituto de Identificação do Paraná (IIPR).

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O acesso pode ser feito pelo site da Polícia Civil do Paraná, em serviços, opção Documentos, e Solicitar a 2ª via da Carteira de Identidade, que traz os detalhes, ou no quadro de Serviços, opção 2ª Via. O interessado deverá digitar o número do documento e alguns dados.

O sistema apresenta três opções ao usuário, entre elas Atualizar Foto. O cidadão têm disponível, também, os opções de reimprimir o documento sem alteração e atualizar dados como o nome, além da foto e da assinataura. O valor da 2ª Via Fácil é R$ 42,41.

PADRÃO – Quem quiser usar a funcionalidade deve seguir as orientações disponíveis conforme avança no processo pela internet. Para que o sistema aceite a fotografia, e envie o SMS de aprovação para o cidadão emitir a guia de pagamento, é necessário cumprir algumas normas:

– No momento de fazer a fotografia posicione-se de forma afastada em frente a uma parede branca, sem detalhes;

– Cabelos devem ser colocados para trás dos ombros e orelhas, de modo que todo o rosto apareça na imagem;

– O requerente deverá estar sem brincos (mesmo os pequenos) e sem acessórios como boné, colar, presilhas, lenços;

– O olhar deve estar fixo e na altura da lente, seja da câmera fotográfica ou do aparelho celular.

– A expressão facial recomendada no momento do clique é a neutra, ou seja, sem sorriso.

– A imagem deverá ser encaminhada em formado .jpeg e com tamanho máximo de cinco megabytes. O serviço apontará alterações que precisarão ser feitas, caso os arquivos estejam fora do padrão.

Portal Guaíra com informações da AEN