ad

O Departamento de Endemias de Guaíra intensificou as atividades de fiscalização, prevenção e combate ao mosquito transmissor da dengue. Desde a ultima semana os agentes vem realizando o 5º Ciclo (Levantamento e tratamentos com produtos químicos) para combater o desenvolvimento das larvas do Aedes aegypti. (fase aquática do mosquito).

Durante o ano foram notificadas 54 pessoas no município, 29 não fizeram a coleta de sangue e 25 realizaram. São três casos confirmados, porém dois de outros municípios. “Temos conhecimento que algumas cidades do Paraná estão em alerta por conta do número de casos da doença. Por isso estamos preocupados e potencializando nossas ações para o controle da doença”, diz o coordenador do Comitê Municipal da Dengue de Guaíra, José Pedro da Silva.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Apesar dos alardes, o levantamento rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti no município de Guaíra, mostra que houve uma significativa diminuição em relação á 2011. Este ano (2012) foi registrado em 0,7% em março, 4,8% em julho, 1,6% em setembro e encerrando este ultimo ciclo, o 5º, com 2,7% de infestação. Ainda assim, é importante que a população continue alerta.

Sempre que encontrar focos em terrenos baldios onde existe o risco de proliferação do mosquito os guairenses devem denunciar ao departamento de endemias.

Os Bairros com maior índice de infestação do mosquito são: Jardim Itaipu 20%, Vila Velha 7,8%, Vila Malvinas 4,8%, Vila Alta 4,3% e a área central com 3,3%, os demais bairros não apresentaram infestação do mosquito.

José Pedro pede a compreensão colaboração dos moradores para facilitar o trabalho dos agentes. “Pedimos que os moradores facilitem a entrada dos funcionários do departamento de endemias, pois existem alguns terrenos que vão ficar sem limpar, porque simplesmente não é possível entrar”, comenta Silva.

No trabalho de rotina, os agentes retiram dos imóveis todos os recipientes onde são encontrados focos do mosquito. Em locais onde não é possível a eliminação do foco mecanicamente é realizado tratamento químico. “Toda a área urbana está sendo monitorada, inclusive as aldeias indígenas.

Outras ações de combate

A Prefeitura de Guaíra também se preocupa em orientar e conscientizar a população quanto aos cuidados preventivos para se combater o Aedes aegypti. Para isso esta realizando a distribuição de folders, com informações de como prevenir e diagnosticar a doença.

Fonte: Assessoria