As autoridades brasileiras apreenderam 60 toneladas de drogas, 2.200 armas e 20 toneladas de explosivos no primeiro ano e meio de seu plano de defesa de fronteiras, afirmou ontem a presidente Dilma Rousseff.

O plano de defesa de fronteiras, que inclui uma operação liderada pelas Forças Armadas e outra pela Polícia Federal, também permitiu desarticular 65 grupos criminosos e deter 20 mil pessoas. “Vamos continuar atuando com muita firmeza para proteger nossas fronteiras e a população”, afirmou Dilma em seu programa de rádio semanal “Café da manhã com a Presidente”.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Dilma lembrou que para executar este plano, o Brasil assinou acordos com Colômbia, Peru e Bolívia, países com os quais colabora em grande parte das operações.

Além disso, Dilma afirmou que seu governo pretende “intensificar cada vez mais” a cooperação com seus vizinhos na área de inteligência e na repressão ao crime organizado.

O Brasil possui quase 16 mil quilômetros de fronteira terrestre com dez países da região.