A família de Kristofer Enzo Neves Oliveira, de 15 anos, morto após ser atropelado por um ônibus do transporte coletivo, no bairro Capão da Imbuia, em Curitiba, descobriu o caso enquanto assistia ao programa Balanço Geral, da RICtv. A mãe e as irmãs da vítima reconheceram a bicicleta do adolescente.

“A gente estava assistindo na hora do almoço e reconhecemos a bicicleta e pensamos ‘não é ele, porque teriam ligado pra gente’”, contou Kimberly Oliveira, irmã da vítima.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A mãe, Maria de Fátima Oliveira, acreditava que o filho estava na escola: “ele saiu para ir pra escola como todo dia ele faz”, disse.

Leia mais: Duas pessoas morrem em acidente com seis veículos na BR-277; veja fotos
Após ver a reportagem, a família procurou informações sobre o jovem. “Ligamos para a escola e ninguém atendia, ligamos no Instituto Médico Legal (IML) e ninguém atendeu e o celular dele também ninguém atendia”, conta a irmã da vítima.

O acidente aconteceu por volta das 8h, na Avenida Presidente Affonso Camargo, próximo ao terminal do Capão da Imbuia e a família só teve informações sobre Kristofer, após às 12h.

O caso
De acordo com informações de testemunhas, a vítima estava em uma bicicleta e foi atropelada por um ônibus alimentador logo após cair na via. O rapaz estaria na canaleta exclusiva para ônibus, atrás de um biarticulado. Entretanto, após perder o equilíbrio, o adolescente caiu na pista e foi atropelado por outro ônibus que seguia atrás.

Equipes de resgate foram acionadas, mas o jovem não apresentava sinais vitais. Outros motoristas contaram que escutaram as buzinas dos ônibus pouco antes do atropelamento.

Justiça
A morte do adolescente gerou um protesto no mesmo local do acidente. A manifestação, com pneus queimados trancando a via, aconteceu por volta das 19h30, na qual os manifestantes pediam justiça pela morte de Kristofer.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais