ad
Beto Richa, governador cancela vinda a cidade de Guaíra
Beto Richa, governador cancela vinda a cidade de Guaíra

O Governador do Estado do Paraná, Beto Richa, que havia confirmado presença na inauguração da 2ª Companhia de Batalhão de Fronteira em Guaíra, acaba de cancelar.

Conforme as primeiras informações divulgadas através do Gabinete do Estado, a agenda de Beto Richa na fronteira será em uma nova data, ainda a ser marcada e confirmada.

Não se sabe ao certo o que levou o Governador a desmarcar os compromissos firmados na região, porém, com esta mudança, fica também cancelada a inauguração da 2ª Companhia de Batalhão de Fronteira (BPFron) marcada para as 10h desta sexta (21) em Guaíra.

Já se comenta na cidade que possivelmente duas manifestações estavam sendo preparadas para “recepcionar” o Governador. Uma delas seria da ala dos professores – descontentes com o não cumprimento da Lei Nacional do Piso; outra, de grande parte da comunidade guairense que está revoltada com a construção do Centro de Integração Social, com 216 vagas para o semiaberto.

Ao longo da tarde desta quinta-feira (20), a imprensa deverá ser informada Oficialmente, sobre as causas da mudança de agenda do Governador Beto Richa.

Movimento Reaja Guaíra

O Portal Guaíra manteve contato com integrantes do MovimentoReaja Guaíra”, e, segundo nos foi informado, da parte deles [integrantes do movimento] nenhuma manifestação estava sendo programada para o mesmo dia da visita do Governador Beto Richa, pelo contrário, um encontro havia sido confirmado com o Governador onde seria entregue um abaixo-assinado com mais de 3 mil assinaturas, contra a construção dos dois presídios e não apenas o semi-aberto como tem sido divulgado.

Ao mesmo tempo, seria solicitado a construção de uma cadeia pública digna e decente, ou seja, um CDP (Centro de Detenção Provisória).

A ONGDIP também seria recebida nesse encontro com Beto Richa, para entregar um documento no qual pede apoio aos agricultores que estão apreensivos com a suposta demarcação de terras em Guaíra.

Vale lembrar mais uma vez que o Movimento “Reage Guaíra” é contra a construção  das duas obras no município, sendo a Cadeia Pública, com 382 vagas, e o Centro de Integração Social, com 216 vagas para o semiaberto.

Somente nesta quinta-feira, mais de 500 assinaturas foram colhidas. O montante já representa 20% dos eleitores do município. Quem ainda não assinou, poderá faze-lo na sede da ACIAG e ONGDIP.

Movimento Reaja Guaíra é apoiado pela ACIAG, ONGDIP, Sindicato Rural Patronal e Rotary.

Redação Portal Guaíra


CLINICA SALUTAR