As irmãs japonesas Umeno Sumiyama e Koume Kodama, de 107 anos, foram confirmadas como as gêmeas idênticas mais velhas do mundo, informou na segunda-feira (20) livro dos recordes.

Na verdade, segundo a publicação, em 1º de setembro, quando receberam o reconhecimento, Umeno e Koume completaram 107 anos e 300 dias de vida.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

As duas nasceram em Shodoshima, uma ilha localizada a 150 km de Osaka, em 5 de novembro de 1913, e são parte uma família bastante numerosa – elas tinham ao menos mais nove irmãos.

Umeno e Koume já passaram por duas guerras mundiais, pandemias e vivem, atualmente, separadas. Cada uma está em uma casa de repouso diferente no Japão, segundo o Guinnes World Records.

A história das duas tomou destinos diferentes logo cedo. Quando terminaram o ensino fundamental, Koume deixou a ilha para trabalhar com o tio em outra cidade.

Já Umeno ficou em Shodoshima, onde se casou e formou sua família.

Peregrinação e festa
Separadas por cerca de 300 km, elas não se encontravam com tanta frequência. No entanto, em algumas datas especiais as duas faziam um esforço para estar juntas.

Aos 70 anos, fizeram uma peregrinação religiosa. Na festa de 99 anos, Umeno brincou e disse que as duas pareciam mais jovens que as duas detentoras do recorde até então – as irmãs Kin e Gin.

Quase uma década depois, elas conseguiram ultrapassar o marco das suas antecessoras e, segundo os seus cuidadores, se emocionaram bastante ao receber o certificado oficial do recorde.

Recordes no Japão
O Japão já registrou vários recordes de pessoas mais longevas do mundo.

O homem que chegou à idade mais avançada no mundo todo foi um japonês, Jiroemon Kimuro, que faleceu em 12 de junho de 2013 aos 116 anos.

Já a pessoa mais idosa do mundo é a japonesa Kane Tanaka, que comemorou seu aniversário de 117 anos em um lar de idosos em Fukuoka, no sul do Japão, em janeiro do ano passado.

Portal Guaíra com informações do G1