ad

Sete dos doze torcedores corintianos presos em Oruro, na Bolivia, pela morte de um jovem boliviano uma partida da Copa Libertadores, no mês de fevereiro, foram soltos na quinta-feira (6). O clube “recebeu a notícia com extrema felicidade”, informou a agência de notícias France Presse.

De acordo com a embaixada brasileira na Bolívia, houve uma decisão judicial pela liberação de sete deles. “A Embaixada está acompanhando a liberação dos sete e vai trazê-los a La Paz esta noite”, informou Kaiser Araújo, chefe do Setor Consular. “Eles estão na Migração fazendo os últimos trâmites”, completou.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Os torcedores foram libertados por volta das 18h40 (horário de Brasília), segundo o Globoesporte.com. Pouco antes, o advogado Miguel Blancourt, que trabalha para o consulado brasileiro em La Paz – e representou os corintianos no caso até o dia 5 de abril – já havia explicado que o motivo da libertação de parte dos alvinegros é por falta de provas.

embaixada

O acidente
O adolescente foi atingido momentos após o Corinthians marcar o primeiro gol da partida, que terminou empatada em 1 a 1. Kevin Espada foi atingido na cabeça pelo projétil e , segundo as autoridades locais, a morte foi imediata. Ao fim do primeiro tempo do jogo,policiais bolivianos foram à arquibancada do Corinthians em busca dos responsáveis.

Fonte: G1