ad

Sete dos doze torcedores corintianos presos em Oruro, na Bolivia, pela morte de um jovem boliviano uma partida da Copa Libertadores, no mês de fevereiro, foram soltos na quinta-feira (6). O clube “recebeu a notícia com extrema felicidade”, informou a agência de notícias France Presse.

De acordo com a embaixada brasileira na Bolívia, houve uma decisão judicial pela liberação de sete deles. “A Embaixada está acompanhando a liberação dos sete e vai trazê-los a La Paz esta noite”, informou Kaiser Araújo, chefe do Setor Consular. “Eles estão na Migração fazendo os últimos trâmites”, completou.

Os torcedores foram libertados por volta das 18h40 (horário de Brasília), segundo o Globoesporte.com. Pouco antes, o advogado Miguel Blancourt, que trabalha para o consulado brasileiro em La Paz – e representou os corintianos no caso até o dia 5 de abril – já havia explicado que o motivo da libertação de parte dos alvinegros é por falta de provas.

embaixada

O acidente
O adolescente foi atingido momentos após o Corinthians marcar o primeiro gol da partida, que terminou empatada em 1 a 1. Kevin Espada foi atingido na cabeça pelo projétil e , segundo as autoridades locais, a morte foi imediata. Ao fim do primeiro tempo do jogo,policiais bolivianos foram à arquibancada do Corinthians em busca dos responsáveis.

Fonte: G1


ad