Depois de uma reunião realizada na manhã desta quinta-feira (26), no Rio de Janeiro, a Fifa suspendeu o atacante uruguaio Luis Suárez por nove jogos após a mordida dada por ele no zagueiro Giorgio Chiellini, da Itália, na última partida das duas seleções no Grupo D da Copa do Mundo, realizada na última terça-feira (24). Desta forma, Suárez está fora do torneio.

SUÁREZ

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A entidade máxima do futebol havia iniciado as investigações sobre o caso no mesmo dia do jogo, confirmando que estava coletando evidências na madrugada de quarta-feira e que utilizaria relatórios dos juízes, declarações das partes e testemunhas, provas materiais, áudio ou gravações de vídeo para avaliar lance polêmico.

A decisão foi anunciada pela porta-voz da Fifa, Delia Fischer, em comunicado lido no briefing da entidade com a imprensa. Segundo o texto, Suárez, “está proibido de participar de qualquer atividade do futebol” pelos próximos quatro meses – o veto inclui até mesmo a entrada em qualquer estádio no qual a seleção uruguaia esteja jogando até lá.

A decisão já foi comunicada ao jogador e à Associação Uruguaia de Futebol (AUF). A decisão do comitê disciplinar da Fifa está sujeita a apelação dos uruguaios. A entidade nacional deverá ainda pagar uma multa de 100 mil francos suíços pela mordida do jogador. O atleta foi enquadrado nos artigos 48, que trata de conduta indevida contra adversários ou outros envolvidos na partida, e 57, que avalia comportamento ofensivo e fair play, do Código Disciplinar da Fifa.

Veja o vídeo da mordida

Fonte: Terra