Holanda supera calor próximo dos 30ºC e fizeram dois gols após os 42 do segundo tempo (Damien Meyer/AFP)
Holanda supera calor próximo dos 30ºC e fizeram dois gols após os 42 do segundo tempo (Damien Meyer/AFP)
Holanda supera calor próximo dos 30ºC e fizeram dois gols após os 42 do segundo tempo (foto: Damien Meyer/AFP)

O México nunca disputou cinco jogos em uma mesa edição de Copa do Mundo nem tinha atingido as quartas de final em Mundial que não organizasse. Nesta tarde, sob cerca de 30ºC e umidade próxima dos 70% em Fortaleza, fazia esses dados mudar até os 42 minutos do segundo tempo, mas recuou demais. E a Holanda, melhor time da primeira fase, fez dois gols no fim para se classificar vencendo por 2 a 1.

O México se dispôs a jogar e levou perigo até abrir o placar com Giovani dos Santos, aos três minutos do segundo tempo. Mas recuou e provou que não basta encher sua área de jogadores para saber defender e que o goleiro Ochoa, sozinho, não pode ser salvador sempre. Aos 42, Huntelaar, que entrou no lugar de Van Persie, escorou para Sneijder empatar e, aos 48, o próprio Huntelaar converteu pênalti sofrido por Robben.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Chorando, os mexicanos saíram do Castelão aplaudidos por sua torcida, que compareceu em bom número e tiveram o apoio de muitos brasileiros. A festa ficou para os holandeses, que joga às 17 horas (de Brasília) de sábado, na Fonte Nova, em Salvador, contra o vencedor do duelo entre Costa Rica e Grécia, que se enfrentam ainda neste domingo, em Pernambuco.

Giovani dos Santos transformou o jogo mais presente no ataque do México em gol no início do segundo tempo (foto: Wagner Carmo/Gazeta Press)
Giovani dos Santos transformou o jogo mais presente no ataque do México em gol no início do segundo tempo (foto: Wagner Carmo/Gazeta Press)

Fonte: Gazeta Esportiva