ad

A exclusão do Grêmio da Copa do Brasil em virtude de insultos raciais sofridos pelo goleiro Aranha, do Santos, terá uma decisão final a partir das 10 horas desta sexta-feira (26), quando o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) se reúne para apreciar o recurso do clube gaúcho. No Sul, há a expectativa de que a punição seja revista e transformada em perda de mandos de campo, além de multa.

A sessão do Pleno deverá ser bastante concorrida. Assim como no julgamento que rebaixou a Portuguesa, no ano passado, o acesso da imprensa e de advogados que não sejam ligados ao caso será controlado em função do reduzido número de lugares no plenário – há pouco mais de 30 lugares disponíveis.

No início do mês, o Grêmio foi punido pela 3.ª Comissão Disciplinar do STJD com a exclusão da Copa do Brasil e mais R$ 50 mil de multa. A decisão, inédita no País, teve repercussão internacional e foi exaltada até mesmo pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter.

Apesar disso, o clube gaúcho acredita que conseguirá ter sucesso no julgamento desta sexta e voltar à Copa do Brasil. Caso consiga, a CBF deverá mudar ainda nesta sexta a tabela do torneio, já que os jogos das quartas de final estão marcados para a próxima semana – e Santos e Grêmio ainda precisariam se enfrentar pela partida de volta das oitavas, na Vila Belmiro. O problema será encontrar datas, já que há rodada do Campeonato Brasileiro marcada para o meio da semana seguinte.

racismo-contra-goleiro-aranha

Fonte: Estadão Conteúdo/CGN


CLINICA SALUTAR