Os torcedores interessados em assistir à Copa do Mundo terão mais uma oportunidade desde as 08h da manhã (de Brasília) desta quarta-feira para comprar ingressos para o torneio. A Fifa reabre a comercialização em seu site oficial e vai encerrar o novo período apenas no dia 1º de abril. Quatro jogos estão sem bilhetes disponíveis: a abertura entre Brasil e Croácia, em São Paulo, a final do torneio, no Rio de Janeiro, e as duas semifinais, uma em Belo Horizonte e a outra em São Paulo.

A venda é por ordem de chegada e os consumidores saberão na hora se conseguiram ou não os bilhetes para os jogos do torneio. Cerca de 345 mil ingressos estarão à venda. O número é maior do que os 160 mil anunciados anteriormente. O aumento ocorreu devido a devolução de ingressos por parte dos patrocinadores e do programa de hospitalidade, além de entradas que não foram pagas na fase anterior.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

– A partir desta quarta-feira, torcedores do Brasil e do exterior terão mais uma oportunidade para garantir um lugar na competição, que certamente será um dos eventos mais extraordinários da história do esporte – disse Thierry Weil, diretor de Marketing da Fifa.

É provável que novas entradas para as partidas que não foram disponibilizadas nesta etapa estejam disponíveis a partir de abril. Segundo a Fifa, é normal que alguns torcedores não paguem pelos ingressos solicitados ou patrocinadores devolvam alguns bilhetes.

Após esta fase de compra por ordem de chegadas, os torcedores que pretendem assistir aos jogos do Mundial terão apenas mais uma chance: a venda de última hora, programada pela Fifa para ocorrer a partir de 15 de abril até o fim do torneio. Tal período também será de venda por ordem de chegada e ocorrerá através do site oficial da entidade e nos centros de venda de ingressos espalhados pelas 12 cidades-sede. Até o momento, já foram vendidos 2,3 milhões de entradas para a Copa do Mundo.

Quem tiver problemas para comprar ingressos pode deixar comentários explicando as dificuldades para adquirir entradas para a Copa do Mundo.

Copa2014
Copa 2014