ad

Um homem mantém a família da ex-mulher refém desde o início da manhã desta quinta-feira (10), em Joaquim Távora, na região do Norte Pioneiro.

De acordo com informações preliminares da Polícia CivilJoelson Gomes Ferreira, 30 anos, está armado com uma pistola, um revólver e uma banana de dinamite. Além da ex-mulher, o filho do casal, um sobrinho e os ex-sogros são mantidos reféns desde as 7 horas.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Mais de 30 policiais civis e militares, além de viaturas do Corpo de Bombeiros, cercaram a casa. Por volta das 11h50, negociadores tentavam convencer Ferreira a se entregar e a libertar os reféns.

Uma equipe do Comandos e Operações Especiais (COE) da Polícia Militar (PM) de Curitiba chegou a Joaquim Távora por volta das 12h10. São policiais especializados em desativação de bombas, negociação e ação contra sequestradores.

A polícia informou que foi acionada por vizinhos que ouviram gritos vindos de dentro da casa onde os reféns são mantidos. Quando viu a chegada dos policiais, Ferreira mostrou as duas armas, além da banana de dinamite, esta dentro de um cano plástico.

O delegado Rubens José Perez confirmou à reportagem do JL que o homem veio de Curitiba recentemente. “Ele e a mulher moravam na capital. Por causa de um desentendimento, se separaram. Ela voltou para Joaquim Távora, ele tinha ficado em Curitiba. Agora veio para cá e armou essa situação toda.”

Fonte: Jornal de Londrina