Com a chegada de uma massa de ar polar, a chance para geada no Sul do Brasil aumenta na segunda quinzena de junho. Segundo Desiree Brandt, da Somar Meteorologia, esse sistema, vai provocar queda nas temperaturas a partir deste final de semana.

“Depois da frente fria entra o ar polar. Neste momento, as temperaturas não baixam tantos os próximos cinco dias. Nos pontos onde vai fazer mais frio, como norte do Rio Grande do Sul e sul do Paraná, a míni fica em 6 ° C, o que não traz condições para geada”, destaca Desiree.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A partir do dia 10 de junho, a massa de ar polar avança e a temperatura pode cair um pouco mais, com mínimas chegando a 3 °C graus no norte do gaúcho até metade sul do Paraná. O tempo será mais frio também nas áreas gaúchas mais próximas ao Uruguai.

“Do dia 15 ao dia 19 de junho a temperatura cai ainda mais, e a massa de ar polar ganha força. Com isso, há condição para geada em áreas mais próximas ao Uruguai. Também pode esfriar no planalto de Santa Catarina e no extremo sul do Paraná, onde a temperatura pode chegar a 0° C. Por enquanto, essas geadas não atingem as principais áreas produtoras no sul do Brasil”, afirma a meteorologista.

Além das geadas, a frente fria vai trazer chuvas para metade sul do Rio Grande do Sul, com potencial para tempestades e queda de granizo. Antes da chuva o calor vai aumentar, favorecendo a formação de nuvens carregadas.

Portal Guaíra com informações do Canal Rural