ad

A atriz Elke Maravilha morreu, aos 71 anos, na madrugada desta terça-feira (16), no Rio de Janeiro. Ela estava internada na Casa de Saúde Pinheiro Machado, zona sul da cidade, desde julho, em coma induzido após cirurgia de úlcera. Antes de ser internada, ela rodava o Brasil com o espetáculo “Elke canta e conta”, em que contava histórias de sua vida e cantava em vários idiomas. A atriz pode ser vista no cinema, em uma participação especial no filme “Carrossel 2 – O Sumiço de Maria Joaquina”.

Carismática e irreverente, Elke se tornou uma figura folclórica no imaginário brasileiro. Ao longo de sua carreira, passou pelas passarelas da moda, por programas de calouros na TV, por novelas, minisséries e alguns dos títulos mais marcantes da história do cinema nacional. Foi diva, e das mais extravagantes.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Portal Guaíra com informações da Veja