(Foto: Massa News)

ad

Um aparelho celular foi encontrado na cela de David Willian Vollero Silva, um dos acusados de envolvimento na morte do jogador de futebol Daniel Corrêa Freitas, na terça-feira (16). A situação foi confirmada pelo Departamento Penitenciário do Paraná (Depen) na sexta-feira (19).

De acordo com o Depen, o celular localizado na cela de Vollero foi apreendido e encaminhado para o setor de inteligência do órgão para análise. Além disso, outros presos que estavam detidos no mesmo local, na Casa de Custódia de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, foram isolados.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Os detentos ficam agora à disposição do Conselho Disciplinar da unidade penal e um procedimento administrativo será aberto para apurar o caso.

Caso Daniel
Vollero é acusado de participação direta no assassinato de Daniel, juntamente com Eduardo da Silva, Ygor King e Edison Brittes, autor confesso do crime. A vítima foi encontrada morta em outubro do ano passado, em um matagal em São José dos Pinhais, com o pênis decepado.

Daniel teria vindo para Curitiba para participar da festa de aniversário de Allana Brittes, filha de Edison. Depois da festa em uma casa noturna de Curitiba, o jogador seguiu para outra confraternização na casa da família Brittes. Daniel foi espancado depois de ser flagrado na cama com a mãe de Allana, Cristiana Brittes, e assassinado.

Portal Guaíra com informações do Massa News