Uma mulher foi assassinada a tiros pelo companheiro dentro de casa depois de uma discussão por conta de ciúmes, em Cascavel. O homem tirou a própria vida logo após cometer o crime na noite de terça-feira (29).

De acordo com a Polícia Civil, o companheiro já era conhecido por ter um histórico agressivo. Um boletim de ocorrência contra ele já havia sido registrado por uma ex-namorada. Na situação o homem agrediu a mulher, colocou o cano de uma pistola na boca da vítima e ameaçou cometer suicídio caso ela o traísse.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“Ele já tinha esse histórico de ciúmes, quase como se fosse uma patologia. Frequentemente ele seguia os passos dela [da vítima de feminicídio], tinha crises de ciúmes constantes, sendo que tudo isso foi relatado pelos familiares que estavam no local”, afirma o delegado Diego Valim.

A vítima, identificada como Irene Ferreira de Souza, estava em um relacionamento com Paulo Vicente Cordeiro há dois meses. Eles moravam juntos há um mês e, conforme vizinhos, na noite de terça-feira discutiram e depois alguns disparos de arma de fogo foram ouvidos.

Os socorristas do Siate foram acionados para atender a ocorrência, mas ao chegarem ao endereço, o casal já estava morto.

Agora, a Polícia Civil investiga o crime.

Nesta semana outro caso de feminicídio seguido de suicídio foi registrado no sudoeste do estado. A mulher foi assassinada pelo marido dentro de um carro no estacionamento de um mercado em Francisco Beltrão. Os dois foram encontrados mortos por familiares.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais