[dropcap color=”#dd3333″]M[/dropcap]omentos antes da acadêmica de medicina, Maria Luísa Moia Kamei, 20 anos, ser transferida para o Hospital Evangélico de Curitiba, um dos médicos responsáveis pela paciente deu detalhes sobre o estado de saúde da jovem. A transferência foi feita no início da tarde de segunda-feira (13).

Na noite de domingo ela apresentou melhora modesta, mas que possibilita a transferência do hospital para uma unidade que é referência no tratamento de queimaduras.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Maria Luísa teve 80% do corpo queimado quando foi acender o fogão na manhã de sábado. A explosão foi causada por um vazamento de gás no prédio e, desde então ela permanece internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Conforme o médico, as partes do corpo da jovem mais atingidos pelo fogo foram o tórax, abdômen e membros, como pernas e braços. A jovem ainda corre risco de morte e pode ficar com sequelas.

Portal Guaíra com informações da Catve