Os crimes de clonagem de aplicativo estão cada vez mais comuns e a todo instante vítimas caem nos golpes de especialistas.

A jovem de Cascavel, que prefere não ser identificada, recebeu uma ligação de golpistas na última quinta-feira (29), oferecendo produtos de beleza. Quase ao fim da conversa, o criminoso pede para que ela repasse a ele uma mensagem encaminhada ao celular, mas segundo a vítima, ela desligou a chamada por achar estranho a forma e condução do diálogo. Assim que desligou, a tela do celular rapidamente ficou preta e o aplicativo do WhatsApp já não aparecia mais no Smartphone.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Os criminosos conseguiram fazer a clonagem do APP de mensagem e começaram a encaminhar pedidos a familiares e amigos. Audaciosos, eles sabem como agir, e tentam sensibilizar quem recebe o pedido, dizendo passar por problemas financeiros grave ou até de saúde. Um dos familiares da cascavelense depositou R$1,4 mil na conta indicada para ajudá-la e então os golpistas desapareceram. Ela registrou o boletim de ocorrência, mas até o momento não houve identificação dos envolvidos na fraude.

A Polícia Civil do Paraná tem trabalhado para encontrar esses estelionatários que atuam de várias formas, com venda de produtos de beleza, confirmação de produtos em aplicativos de venda, entre outras formas para envolver as vítimas. A orientação é para que as pessoas, antes de fazer qualquer tipo de depósito, liguem ao amigo ou familiar para confirmar se a conversa desenvolvida no aplicativo de mensagem é mesmo com ela ou se se trata de golpe.

Os amigos da jovem de Cascavel estão fazendo uma rifa para custear o prejuízo do familiar. Será sorteado um Botox ou preenchimento labial – escolha do ganhador.

Portal Guaíra com informações da Catve