Uma idosa, de 64 anos, foi detida após cuspir em algumas pessoas que estavam protestando a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em Cascavel, no oeste do Paraná, na tarde desta terça-feira (7), segundo a Polícia Militar (PM).

Conforme a polícia, a mulher estava abordando as pessoas na Avenida Brasil, pedestres e em carros, abaixando a máscara e cuspindo.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“Ela proferia uma espécie de exorcismo com um crucifixo em mãos e acabava ameaçando as pessoas que estavam com bandeiras, principalmente, verdes e amarelas”, disse o capitão da PM, Diego Astori.

De acordo com a PM, ela foi encaminhada ao fórum da cidade para assinar termo circunstanciado por conduta inconveniente ou provocação de tumulto.

O capitão informou que o documento será apresando à Justiça e, dependendo da avaliação, o Ministério Público do Paraná (MP-PR) também poderá enquadrar o caso dela como crime contra a saúde pública, por ela abaixar máscara.

“Eu estava à paisana no local e relatei que ela estava sendo inconveniente, que poderia incidir em uma modalidade criminosa que é a conduta inconveniente, perante as pessoas que estavam trafegando por ali. Me identifiquei como policial e pedi para ela sair do local, uma vez que ela baixava a máscara e começava a gritar com as pessoas e, muitas vezes, cuspindo nelas.”

Conforme Astori, um familiar da idosa foi contatado diante do ocorrido.

“Ela estava sozinha. Inclusive, a conduta psicológica dela era um pouco alterada. Foi entrado em contato com um irmão dela, perguntando se ela tinha uma doença mental ou alguma coisa do gênero. O irmão dela relatou que não e que ela é bastante escandalosa, que às vezes faz isso mesmo.”

Portal Guaíra com informações do G1