Curso de primeiros socorros (Reprodução: RPC/TV)

Cerca de 15 dias depois de fazer um curso em um posto de saúde do distrito de Juvinópolis, em Cascavel, Valdevino dos Santos salvou a neta de morrer afogada. A criança de um ano e nove meses caiu na piscina da fazenda dos patrões do avô e recebeu dele os primeiros socorros logo depois do incidente, o que ajudou a evitar uma tragédia.

Somente depois de aplicar as técnicas que aprendeu no dia 1º, Santos chamou o socorro. “Quando cheguei lá, já tinham tirado a menina da piscina e ela estava desmaiada na área. Estava praticamente morta, só via as batidas do coração. Aí fui pressionando a barriga dela e massageando conforme eu aprendi no curso. Em seguida ela começou a vomitar e deu tudo certo. Uma informação simples foi suficiente para salvar a vida da minha neta.”

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

De acordo com a médica Tatiana Martins, uma manobra bem feita pode salvar uma vida. “Uma pessoa ficar em parada [cardiorrespiratória] por 15 minutos, imagine o quanto de oxigênio deixa de circular no cérebro. Tudo isso faz diferença na hora de reanimar”, comentou.

A especialista elogiou a atitude do avô da criança e chamou a atenção para a importância de se ter informações sobre métodos de salvamento. “É isso que as pessoas precisam ter noção. Não basta só chamar o socorro e ficar esperando porque tem que se levar em conta o tempo de deslocamento até o local. Por isso a importância de alguém já fazer as manobras”, recomendou.

PRIMEIROS-SOCORROS
Curso de primeiros socorros (Reprodução/RPC/TV)

Portal Guaíra com informações G1