Um homem de 50 anos foi encontrado morto, na tarde de domingo (16), no prédio onde morava, na Rua São Paulo, perto da Rua Marechal Cândido Rondon, no Centro de Cascavel. A Polícia Militar foi chamada por vizinhos e familiares que encontraram a vítima.

“As informações foram repassadas pela mãe da vítima. Ela disse que ajuda o filho na limpeza da casa, pois ele é cadeirante, ao chegar aqui, encontrou ele morto”, explicou o tenente da Polícia Militar, Willian Nascimento.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No prédio funciona um escritório de contabilidade e uma empresa de assistência médica, para a qual, o homem morto, prestava serviços, segundo contou a mãe dele. Eder Marchesi também morava no mesmo prédio e segundo a polícia era usuário de drogas.

“A mãe dele disse a nossa equipe que ele era usuário de entorpecentes e inclusive, já constam em nossos registros, passagens dele, por envolvimento com drogas”, explicou Nascimento.

O perito do Instituto de Criminalística e uma equipe da Delegacia de Homicídios, também foram acionados para atender a ocorrência.

De acordo com os levantamentos da Polícia Civil, a vítima foi morta com pelo menos 17 facadas. Os golpes atingiram a região do pescoço, tórax e os braços do homem. Ele foi morto deitado na cama. A polícia acredita que a vítima tenha sido morta na noite de sábado, já que durante a tarde, ela falou com mãe.

“Por volta das 16 horas à mãe dele esteve aqui e conversou com ele. Pela forma como o corpo se encontra, acreditamos que ele tenha sido morto a noite”, disse Nascimento.

O caso segue sendo investigado. Denúncias ou informações que possam colaborar com a polícia devem ser repassadas de forma anônima pelo telefone 197.

CADEIRANTE-E-ASSASSINADO-COM-17-FACADAS-EM-CASCAVEL

CADEIRANTE-E-ASSASSINADO-COM-17-FACADAS-EM-CASCAVEL-2

CADEIRANTE-E-ASSASSINADO-COM-17-FACADAS-EM-CASCAVEL-3

CADEIRANTE-E-ASSASSINADO-COM-17-FACADAS-EM-CASCAVEL-4

Fonte: CGN