Uma jovem de 18 anos, grávida de três meses, foi morta com três tiros pelo marido na noite de sábado (16), no Bairro Alto, em Curitiba. O acusado Éderson Carlos, 20 anos, teria discutido com a vítima Ana Carolina Afonso após um passeio no parque.

A mãe do rapaz teria testemunhado o crime. Depois de atirar, o marido ainda se ajoelhou pedindo para que a jovem voltasse, no entanto, já era tarde. Ele fugiu em uma motocicleta.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Éderson é considerado foragido. Segundo a mãe dele, que testemunhou tudo, depois de cometer o crime o rapaz fugiu em uma motocicleta. Antes, após perceber que Ana Carolina estava morta, Éderson se ajoelhou aos pés da garota pedindo para ela voltar, mas já era tarde, como contou o delegado Rubens Recalcatti, da Delegacia de Homicídios de Curitiba (DH).

“Ela morreu na hora sem chance de atendimento. O crime aconteceu na casa em que eles moravam e a mulher de fato estava grávida. O que não temos dúvidas é que Éderson cometeu o crime. Eles passaram à tarde em um parque e quando voltaram de lá começaram a discutir sem parar. Sabemos que durante este passeio o marido a viu conversando com outro rapaz e não gostou. O crime pode ter sido motivado por ciúmes”, falou em entrevista para a rádio Banda B, o delegado Rubens Recalcatti.

Fonte: Band B