taradoDe acordo com o delegado Vinicius Augusto de Carvalho, do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria), a Polícia Civil chegou até ele através de uma investigação do Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride), que apontava que vários desaparecimentos poderiam estar ligados ao crime.

“Ele levava as crianças para o seu apartamento através de um adolescente de 14 anos. Em alguns casos ele oferecia abrigo para moradores de rua, oferecia comida, tudo com a intenção de abusar dos menores”, afirmou. O adolescente também era vítima de abuso de Gabe.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Ainda de acordo com o delegado, um vasto material pornográfico foi encontrado no apartamento. “Equipamentos de prática de sexo, fotos e vídeos. Coisas nas quais acreditamos que só uma pessoa doente pode ter”, disse.

Fonte: Band B