Agredida pelo vizinho por um tijolada após denunciar os maus-tratos cometidos por ele contra um cachorro, Viviane Andrea dos Santos, de 33 anos, não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo no hospital Santa Casa de Campo Mourão. O crime ocorreu no dia 19 de setembro, na Travessa Antúrio, no jardim Paulista.

Segundo as informações da própria vítima no dia do crime, após presenciar o vizinho agredindo um cachorro, com um pedaço de madeira, ela acionou a Associação de Defesa dos Animais e a Polícia Militar.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No entanto, quando a PM chegou, o acusado já não estava mais no local. Mas assim que a polícia saiu, o homem retornou e foi até a casa de Viviane, quando a agrediu com um pedaço de tijolo. A Polícia Militar retornou ao local e encaminhou o agressor para a delegacia Após ser interrogado na delegacia, o agressor foi liberado.

O Samu prestou atendimento à vítima e a encaminhou ao hospital, onde ela permaneceu em estado grave, até a madrugada desta quarta-feira (14), quando acabou falecendo. A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar os fatos e agora o homem deverá responder também pelo crime de homicídio.

A presidente da Associação dos Protetores de Animais Independente (PAIS), Amanda Tonet lamentou o ocorrido. Ela disse que Viviane era defensora dos animais e mantinha cerca de 10 a 12 entre gatos e cães. “Estamos desolados. A Viviane oferecia lar temporário a animais e desde que foi internada esses animais já estavam sentindo a sua falta. Estamos prestando assistência, ajudamos até a pagar o aluguel, mas agora será muito triste tirar esses animais da casa e levar para um abrigo. Eles até dormiam com ela. Estamos arrasados”, lamentou Amanda.

Portal Guaíra com informações do Portal Tá Sabendo