Danilo foi mais uma vez decisivo no clássico e marcou o único gol da vitória alvinegra (foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O primeiro clássico entre Palmeiras e Corinthians no Palestra Itália desde 1976 teve o ingrediente de que a Fiel mais gosta. Após muita luta para assegurar 1.500 ingressos, os torcedores alvinegros viram uma vitória sobre o arquirrival com alta dose de sofrimento: 1 a 0, com time misto escalado e um jogador a menos por mais de 40 minutos.

Na reformada casa alviverde, os visitantes saíram na frente em um equilibrado primeiro tempo, com o sempre decisivo Danilo aproveitando falha de Vitor Hugo e passe de Petros. Dudu, contratado pelo clube alviverde em triunfo na disputa com o alvinegro, entrou só no intervalo.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A ideia palmeirense já era partir para cima e se ampliou aos 12 minutos da etapa final, quando Cássio recebeu seu segundo cartão por retardar o reinício do jogo. Com a inteligência de Danilo, a velocidade de Mendoza e uma ótima defesa de Walter, o Corinthians conseguiu se segurar até o fim do primeiro Derby no novo Palestra.

A partida foi antecedida por uma verdadeira guerra entre palmeirenses e policiais em uma das ruas de acesso ao estádio e não teve vários titulares alvinegros, poupados para pegar o Once Caldas pela Copa Libertadores. Ao fim dos mais de 90 minutos de disputa – só o segundo tempo teve 51 –, a alegria era preta e branca.

Danilo foi mais uma vez decisivo no clássico e marcou o único gol da vitória alvinegra (foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Danilo foi mais uma vez decisivo no clássico e marcou o único gol da vitória alvinegra (foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Portal Guaíra com informações da Gazeta Esportiva