Enfurecido por expulsão no primeiro tempo do Fla-Flu, Fred disparou: "o Campeonato Carioca tem que acabar" (foto: Nelson Perez/Fluminense FC)

A turbulência política do futebol carioca ganhou mais um capítulo bombástico no domingo. Em meio à polêmica do técnico Vanderlei Luxemburgo, que recebeu suspensão de dois jogos por fazer críticas à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), o centroavante Fred foi mais um que detonou a administração da modalidade no estado. Após receber o segundo cartão amarelo e ser expulso do Fla-Flu ainda no primeiro tempo, o camisa 9 do Fluminense “sentenciou” o fim do Campeonato Carioca.

“Isso é um absurdo. Vocês têm que colocar o árbitro pra dar entrevista depois do jogo também. Tem que saber quem pediu isso daí (expulsão). O Campeonato Carioca tem que acabar. Acaba, Campeonato Carioca. Acabou. Enquanto estiver assim, vamos jogar Rio-São Paulo, Sul-Rio de Janeiro. Desse jeito tem que acabar o futebol do Rio de Janeiro”, criticou o atacante, ao deixar o campo do Maracanã enfurecido após receber cartão vermelho do juiz Wagner Nascimento Magalhães.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O primeiro cartão amarelo de Fred no Fla-Flu foi mostrado pelo árbitro aos 15 minutos do primeiro tempo, por empurrar o goleiro Paulo Victor antes de cobrança de escanteio do Fluminense. Mais foi o segundo, aos 28, que resultou na expulsão e na fúria do centroavante. Após disputa de bola com Anderson Pico, o camisa 9 bateu com o braço na bola durante sua queda, reclamando de falta do defensor rival, mas recebeu cartão vermelho.

Após a partida, que terminou em vitória flamenguista por 3 a 0, na saída do Maracanã, Fred reiterou o que disse à beira do gramado. O centroavante também classificou ambos os cartões que recebeu como injustos e ainda pediu ajuda à imprensa para revelar as “coisas obscuras” que acontecem no futebol carioca e brasileiro.

“O que eles estão fazendo, infelizmente, é tentar acabar com o campeonato que era o mais charmoso do Brasil, o Campeonato Carioca. Hoje, talvez, se eu tivesse jogado, a gente poderia ter perdido por 3 a 0 ou outro placar. Não é isso que eu estou cobrando, tem que acabar com essas coisas obscuras, que todo mundo está vendo. Vocês da imprensa têm que nos ajudar. Se o jogador, o Vanderlei, alguém falar, também vai ser punido. Então eu venho aqui, dou a minha cara e falo, mas a gente tem que jogar bola. Será que eu vou poder jogar se eu falar?”, reforçou.

Vanderlei Luxemburgo foi punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD/RJ) após declarar que “tem que dar porrada na Federação” pelo fato de o regulamento não permitir inscrição de mais de cinco jogadores da base dos clubes no Campeonato Carioca. Tendo em vista a suspensão de dois jogos dada ao treinador pelas afirmações feitas no fim de março, é provável que Fred receba sanção igual ou mais severa por causa das fortes críticas proferidas durante o clássico da 14ª rodada.

Ambas as polêmicas vêm na esteira da “Lei da Mordaça”, item presente no regulamento do Campeonato Carioca que causou discordância no começo deste ano. O artigo 133 do regimento da competição proibia qualquer atleta ou funcionário dos clubes de falar mal do Estadual publicamente, sob pena de suspensão e multa de até R$ 50 mil, mas foi derrubado na Justiça em fevereiro.

Enfurecido por expulsão no primeiro tempo do Fla-Flu, Fred disparou: "o Campeonato Carioca tem que acabar" (foto: Nelson Perez/Fluminense FC)
Enfurecido por expulsão no primeiro tempo do Fla-Flu, Fred disparou: “o Campeonato Carioca tem que acabar” (foto: Nelson Perez/Fluminense FC)

Portal Guaíra com informações da Gazeta Esportiva