Um repórter policial da Record foi preso após tentar extorquir o vice-prefeito de Santo Antonio do Descoberto, cidade do interior de Goiás. Marcelo Neves era repórter do “Balanço Geral” da Record Brasília e tinha gravações de uma confusão entre o vice-prefeito e policiais. Ele pediu R$ 3 mil para não divulgar o material. As informações são do Correio Braziliense.

Na última terça-feira (13), policiais ordenaram que um carro, onde estavam o filho do vice-prefeito, um menor de 16 anos e outro homem de 33 anos, parasse em uma abordagem. Diante da recusa, os agentes atiraram e acabaram encontrando uma arma no veículo.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

record

O filho do vice-prefeito foi encaminhado à delegacia e o repórter Marcelo Neves registrou um bate-boca entre o vice-prefeito Francisco Valter Araujo (Psol) e os policiais. Após isso, o jornalista ligou para o assessor do gabinete de Araujo e afirmou que não divulgaria o material se recebesse R$ 3 mil para comprar um carro.

O vice-prefeito não aceitou a extorsão e, orientado pela polícia, instalou câmeras no gabinete e chamou o repórter para uma conversa. Quando Marcelo Neves saiu da sala com o dinheiro, os policiais deram voz de prisão. De acordo com o Na Telinha, Marcelo Neves foi demitido no mesmo dia.

Fonte: Correio Braziliense