O presidente Jair Bolsonaro participou, na terça-feira (23), da cerimônia de chegada do coração de Dom Pedro I, em comemoração ao Bicentenário da Independência do Brasil.

O coração, conservado em uma cápsula de vidro, chegou ao Palácio do Planalto com honras de chefes de Estado. O órgão foi trazido pela rampa do Palácio do Planalto, recebido por Bolsonaro e pela primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No Itamaraty, o órgão de cerca de 9 quilos será exposto no interior de uma cápsula de vidro, guardada em uma sala climatizada especialmente preparada para a ocasião e sob a vigilância da Polícia Federal (PF). No dia 7 de setembro, data da independência do Brasil, o coração estará em um evento, ao lado de outros chefes de Estado convidados.

Após a cerimônia no Planalto, o coração do imperador voltou para o Itamaraty, onde ficará exposto inicialmente a autoridades e convidados do corpo diplomático, na Sala Santiago Dantas, climatizada para servir de exposição e cripta. Entre os convidados estão integrantes da família imperial.

Em alguns dias, o local será aberto a visitas agendadas de estudantes das escolas do Distrito Federal e, nos fins de semana, a visitação será aberta ao público em geral.

Portal Guaíra com EBC