O presidente do Partido Liberal, Valdemar Costa Neto, concedeu uma entrevista coletiva na tarde de terça-feira, 8, e afirmou que a sigla apoiará a recondução de Arthur Lira (PP-AL) no comando da Câmara dos Deputados em troca de um auxílio para assumir a presidência do Senado Federal.

Ao ser questionado sobre o futuro político da legenda no Congresso – após eleger a maior bancada partidária nas duas casas legislativas -, o mandatário ressaltou que o líder do PL na Câmara, o deputado Altineu Côrtes, passou a tratar deste assunto diretamente com Arthur Lira e informou que um acerto entre as partes está encaminhado. “Nós vamos apoiar o Arthur [Lira], parece que está definido isso, mas com a garantia que ele nos ajude e trabalhe para eleger o nosso candidato no Senado”, afirmou.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Durante a entrevista, Valdemar deixou claro que quer a presidência da Casa Alta do Legislativo: “Nós temos a maior bancada na Câmara e a maior bancada no Senado, não é possível que a gente não tenha a presidência em uma das casas”.

No total, o Partido Liberal ficou com com 99 cadeiras na Câmara dos Deputados e 14 senadores, sendo seis destes eleitos neste ano, para a próxima legislatura.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de PP e Republicanos integrarem a base do governo e o PL se isolar, Valdemar foi enfático: “Ninguém isola 99 deputados federais. Você não tem paz para nada quando você decide isolar 99 deputados federais, isso não existe. Eles vão ter que compor com a gente. É um inferno”.

O cenário foi levantado já que Lira irá se encontrar com o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nos próximos dias. Com isso, abre-se a possibilidade do presidente da Câmara selar uma aliança com os parlamentares petistas.

Portal Guaíra com informações da Jovem Pan