(Foto: Marcello Camargo/Agência Brasil)

A bancada eleita do Cidadania na Câmara dos Deputados anunciou que manterá posição de independência em relação ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O anúncio foi feito no sábado (14), em uma nota assinada pelo deputado federal Alex Manente (SP).

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

De acordo com o posicionamento do partido, serão apoiadas medidas que forem boas para a população, baseado na justiça social e em favor da democracia e do Estado Democrático de Direito.

A bancada eleita do Cidadania na Câmara dos Deputados anunciou que manterá posição de independência em relação ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O anúncio foi feito no sábado (14), em uma nota assinada pelo deputado federal Alex Manente (SP).

De acordo com o posicionamento do partido, serão apoiadas medidas que forem boas para a população, baseado na justiça social e em favor da democracia e do Estado Democrático de Direito.

Os deputados que compõe a bancada do Cidadania na Câmara na atual legilatura são: Alex Manente (SP), Arnaldo Jardim (SP), Any Ortiz (RS), Amon Mandel (AM) e Carmen Zanotto (SC).

Tanto os deputados quanto o presidente da legenda, Roberto Freire, votaram contra o apoio ao governo de Lula, durante uma reunião neste fim de semana da direção nacional.

A decisão da bancada do Cidadania vai na contra-mão da decisão da diretoria nacional do partido, que decidiu apoiar o governo do PT.

Leia a nota
A Bancada eleita/reeleita do Cidadania na Câmara dos Deputados vem a público anunciar que manterá a posição de independência em relação ao governo do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva.

Essa posição dos nossos deputados diverge da decisão tomada pela Direção Nacional Cidadania que é favorável a apoiar incondicionalmente o governo do PT.

Apoiaremos as medidas que sejam boas para nossa população, como aquelas que promovam a justiça social. Sempre seremos a favor da Democracia e do respeito ao Estado Democrático de Direito.

Mas, não nos furtaremos em criticar e combater possíveis erros da nova gestão federal.

Também atuaremos na defesa de proposições que se alinharem ao nosso programa partidário e aos nossos princípios.

A Bancada na Câmara toma a presente decisão, por unanimidade, e está respaldada pelo estatuto do partido, que é contra fechamento de questão.

Defendemos ainda a sustentabilidade em toda sua compreensão, como também a responsabilidade fiscal e as reformas modernizadoras do nosso país”.

São Paulo, 14 de janeiro de 2023.

Alex Manente (SP) – Líder do Cidadania na Câmara dos Deputados

Portal Guaíra com informações da CNN