As pessoas que receberam o auxílio emergencial em 2020 e tiveram outros rendimentos acima de R$ 22.847,76 no ano passado, terão que declarar o benefício no Imposto de Renda.

A prestação de contas com a Receita Federal segue até o dia 30 de abril e o próprio programa do órgão calcula o valor que o usuário deverá devolver. Ao todo, 3 milhões de pessoas precisam declarar o recebimento e devolver parte do dinheiro.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Caso a pessoa já tenha devolvido o auxílio no próprio ano, não contará como um rendimento, não sendo necessário declará-lo. Quem devolveu o auxílio apenas em 2021, terá que declarar e não precisará pagar de novo.

Portal Guaíra com informações da TV Cultura