Suzane von Richthofen foi solta na tarde de quarta-feira (11), após cumprir 20 anos de prisão pela morte dos pais em 2002. A Justiça de São Paulo concedeu progressão da pena para o regime aberto. Suzane estava presa no presídio em Tremembé, no interior de São Paulo.

O Tribunal de Justiça alega que foi concedida a progressão da pena à Richthofen após cumprimento dos requisitos estabelecidos pela Lei de Execução Penal. Desde 2015, Suzane cumpria pena em regime semiaberto e tinha permissão para deixar a cadeia nas saídas temporárias.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Ela foi condenada a 39 anos e seis meses de prisão por envolvimento na morte dos pais, Manfred e Marísia Richthofen.

Relembre o caso
O casal Richthofen foi assassinado no dia 31 de outubro de 2002, no bairro Brooklin, em São Paulo. Suzane abriu a porta da mansão da família para os irmãos Cravinhos entrarem na casa e executarem Manfred e Marísia com marretadas na cabeça.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais