O Partido dos Trabalhadores veiculou ontem (6), no rádio e  na televisão, um programa em que assumiu os desafios e os problemas do país, ao mesmo tempo em que enumerou as conquistas sociais. O partido rememorou políticas que o governo federal adotou nos últimos anos para amenizar as dificuldades financeiras. O Programa de Investimentos em Logística, a terceira etapa do Minha Casa, Minha Vida e o Programa de Proteção ao Emprego são citados como projetos que o governo vem implementando atualmente.

Além disso, foram lembrados investimentos em programas sociais e políticas de desonerações para amenizar os efeitos da crise econômica internacional. Com Dilma, afirmou o locutor do programa, o Brasil teve melhorias em áreas como a exportação, salário, no campo e no combate à pobreza e ao desmatamento.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A presidenta Dilma Rousseff disse que está com o “ouvido e coração” abertos para “os que mais precisam” e que o país vai superar o atual momento.

Primeiro integrante do partido a aparecer no programa, o presidente do PT, Rui Falcão, afirmou que as dificuldades estão em “toda parte”, em referência a outros países que também enfrentam dificuldades na economia.

“Uma coisa é cobrar e criticar o governo. Outra, bem diferente, é tentar desestabilizar um governo eleito democraticamente”, afirmou. “Aos que não se conformam, pedimos juízo, pois o povo saberá defender grande conquista de todos brasileiros: nossa nova e vibrante democracia”, destacou ele.

Dilma relembrou que a população passou a exigir mais direitos e que, diante desse cenário, nenhum governante pode se acomodar. “Quem pensa que nos faltam energia e ideias para vencer os problemas está enganado. Sei suportar pressões e até injustiças.”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou sobre a crise. “Sei que a situação não está fácil e que a crise já chegou em nossas casas. Também sei que essa não é a pior crise que enfrentamos. Nosso pior momento ainda é melhor para o trabalhador que o melhor momento dos governos passados”, afirmou.

dilma_pt_pronunciamento_02_0

 

Portal Guaíra com informações Agência Brasil