[dropcap color=”#81d742″]F[/dropcap]amiliares e amigos do piloto paranaense Maicon Semencio Esteves se juntaram a equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar na busca pelo rapaz de 27 anos, que está desaparecido desde domingo (4), após a aeronave que ele pilotava cair em uma área de mata na cidade de Peixoto do Azevedo, extremo Norte de Mato Grosso.

Maicon é morador de Primeiro de Maio, região Norte do Paraná, e trabalha com aviação agrícola, atuando na pulverização de defensivos em plantações. De acordo com a família, ele enviou um áudio informando que decolaria de Porto Nacional (TO) e seguiria até Alta Floresta (MT).

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O proprietário da fazenda onde o acidente aconteceu presenciou o momento da queda. Ao que tudo indica, Maicon tentou um pouso forçado. Ainda segundo familiares, o canivete do piloto foi encontrado a cerca de dois metros do avião, que se incendiou após o impacto. A porta do cockpit estava aberta e não há vestígios de sangue, indicando que o piloto possa ter saído da aeronave antes de ela pegar fogo.

De acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro, da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), o certificado de aeronavegabilidade tinha validade até setembro de 2010, não tendo sido renovado.

Em nota, o Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) afirmou que técnicos do Seripa VI (Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) irão investigar as causas do acidente. “A investigação realizada pelo Cenipa tem o objetivo de prevenir que novos acidentes com as mesmas características ocorram. A conclusão de qualquer investigação terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade do acidente”, comentou o órgão.

Portal Guaíra com informações do Só Notícias