(Foto: Imagem Ilustrativa)

A história está dando o que falar. Um padre compartilhou vídeo pornô de pouco mais de 2 minutos em um grupo de fieis no WhatsApp. O religioso até tentou apagar o arquivo, mas não conseguiu fazê-lo a tempo.

O conteúdo, de dois homens em ato sexual, viralizou rapidamente e causou espanto e incredulidade entre os paroquianos. O padre atua há sete anos em um distrito do município de Santo Amaro da Purificação, interior da Bahia.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Em entrevista ao G1, o religioso disse que enviou indevidamente o conteúdo ao grupo, intitulado “Sagrada Família”. Alegou que tem problemas de coordenação motora e que postou o material de forma involuntária e indevida, depois de ter recebido de outro contato.

“Sou portador de uma comorbidade, e não tenho coordenação motora. Recebi muitos vídeos pornográficos. Como não dou ‘Ibope’ a essas coisas, excluí. No momento em que apertava a lixeira do aparelho, entrou uma mensagem do grupo da Sagrada Família e o vídeo foi parar no grupo. Foi por engano”, afirmou.

Portal Guaíra com informações do OBemdito