(Foto: Diovany Cândido/Arquivo pessoal)

O vídeo de um motorista e seu ajudante viralizou nas redes sociais porque eles descarregaram 5,5 mil tijolos em um lote e só perceberam, depois do serviço, que o caminhão em que estavam tinha ficado “preso” dentro do terreno pela forma como arrumaram a carga. O caso aconteceu em Anápolis, a 55 km de Goiânia.

Diovany Manoel Cândido, 34 anos, estacionou o veículo de forma a tentar facilitar o trabalho para o seu ajudante, Ramon vieira da Silva, 25. Porém, a fileira de tijolos deixou um pequeno espaço livre até o muro, onde era praticamente impossível de o caminhão sair sem ter que recolocar ao menos metade da carga de volta na carroceria.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Apesar da situação, Diovany disse que não se irritou. O motorista afirma ainda que, entre tentar sair dali “no volante” ou pôr a carga de novo no caminhão, escolheu a primeira opção.

“Quando terminamos, eu falei: ‘Ficou meio apertado para sair’. Olhei para ele e comecei a rir. Foi aquela luta, não queria pôr o tijolo de volta. Foi meia hora lutando. Fiz umas 30 manobras e fiquei com a camisa molhada de suor, mas consegui sair. Aqui são 17 anos de experiência”, disse, aos risos, ao G1.

‘Famoso’ na internet
A situação aconteceu há uma semana, no dia 24 de setembro, no Bairro Itamaraty. Diovany disse que os tijolos tinham que ser colocados naquele local do lote, a pedido do cliente. Por isso, ele contou que estacionou o caminhão no terreno, pois seria a forma menos trabalhosa para a descarga.

Após o episódio, o caminhoneiro, que trabalha em uma olaria, ficou “famoso” na internet. O vídeo feito por Ramon foi colocado em um grupo de amigos. Mas o que eles não sabiam é que, antes disso, as imagens já tinha viralizado.

“Antes de ele fazer o vídeo, passou muita gente na rua filmando e perguntando como eu tinha colocado o caminhão ali. Quando ele mandou no grupo, nosso amigos já sabiam, estava ‘esparramado’ de meme”, revela.
Após fazer piada da situação, Diovany tem curtido ser reconhecido nas ruas. Ele conta que tem até recebido pedidos para tirar fotos.

“Estou tranquilo, levo na esportiva. As pessoas reconhecem a gente, vêm perguntar se somos nós no vídeo, querem tirar foto. Esses dias, no semáforo, uma pessoa parou do meu lado e me reconheceu. Legal demais. Estou curtindo”, comemora.

Portal Guaíra com informações do G1