A fortuna deixada por Marília Mendonça está avaliada em mais de R$ 500 milhões. O faturamento mensal da cantora, que morreu precocemente, aos 26 anos, seria em torno de R$ 10 milhões, conforme levantamento de sites especializados.

Todo o patrimônio tem um único herdeiro por direito, o filho Leo, de 2 anos. Mas ele só terá direito ao montante após completar 18 anos. Até lá, o patrimônio deve ser preservado pela família. O pai do menino, o também cantor Murilo Huff, poderá ser nomeado para controlar o capital.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“O pai da criança, naturalmente, seria o gestor do patrimônio dela. É claro que nada impede de o filho ficar sob os cuidados da avó, que, em consenso com o cantor, poderá fazer compartilhamento de gestão do patrimônio, a não ser que apareça um testamento”, explica a advogada Ludmila Torres, especialista em Direito de Família.

Mesmo após a sua morte, Marília continua recebendo pagamentos pelos direitos de execução das composições que foram gravadas por outros artistas, além dos ganhos por execução nas plataformas de streaming, como Deezer e Spotify.

Portal Guaíra com informações da Revista Contigo