Um presente antecipado do Dia das Mães. Amanda Lisboa, de 32 anos, conheceu o pequeno Robertinho na sexta-feira (07). O encontro de mãe e filho, emocionou toda a equipe do hospital. Amanda ainda não pode pegar o filho nos braços, porque está se recuperando das complicações da Covid-19. Ela está internada há 39 dias em um hospital particular de Petrolina, no Sertão de Pernambuco.

Aos sete meses de gestação, os médicos precisaram antecipar o parto da Amanda. Robertinho nasceu prematuro e ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal do hospital. O bebê, que agora está com um mês e sete dias, chegou a mobilizar a cidade de Petrolina em uma campanha de doação de leite. A alta de Robertinho aconteceu no sábado (08).

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Portal Guaíra com informações do G1