Um homem de 38 anos morreu por complicações da Covid-19. Ele é natural do Espírito Santo e tinha como sonho ser agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Por anos, Juliano Ribeiro Peruchi se dedicou aos estudos, ele chegou a ser aprovado em um concurso, mas morreu sem saber o resultado.

Juliano deixou um filho de nove anos e estava noivo. Ele tinha planos em casar no final deste ano. O nome dele consta na lista de aprovados e já convocados para a próxima etapa do concurso, divulgada na última segunda-feira (14), pela banca Cebraspe.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Já era o terceiro concurso para a carreira que Peruchi tentava.

Durante o sepultamento os agentes da PRF fizeram uma homenagem ao amigo que morreu vítima da doença.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais