ad

[dropcap color=”#81d742″]A[/dropcap] comunidade Voz do Natal, em Porto Walter, no interior do Acre, foi abalada por um crime bárbaro registrado na tarde de domingo (09) e que terminou com a morte de dois membros de uma mesma família: a mãe e o filho, de 59 e 23 anos. O mais inacreditável: tudo ocorreu por causa de uma discussão entre mãe e filho por causa de uma égua da família.

No meio da discussão, José Benedito Melo pegou uma espingarda e atirou contra Zilmar Vieira Melo, que morreu. Revoltado, o irmão de Melo, filho de criação de Zilmar, avançou contra o irmão e o matou a golpes de terçado. Ele está foragido e era irmão por parte de pai de José. Seu nome não foi divulgado.

Agora, o caso estão nas mãos de um juiz, que é quem determinará se houve legítima defesa na ação. As polícias do estado ainda procuram pelo suspeito que, se for preso nas próximas horas, será autuado em flagrante, podendo permanecer preso provisoriamente.

O corpo da mãe foi liberado neste domingo para a família, enquanto o filho também deve ser enterrado na comunidade. Foram tiradas fotos dos corpos para exame, mas eles não serão encaminhados ao IML por conta da dificuldade de locomoção e a demora.

Portal Guaíra com informações do Bem Paraná


CLINICA SALUTAR